Com os dias contados?

 em Restaurantes

SÃO PAULO DEVE SER PRÓXIMA CAPITAL E PROIBIR CANUDOS DE PLÁSTICO EM BARES, RESTAURANTES E HOTÉIS

Foto | Divulgação

Eles já são proibidos no Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e também em cidades do litoral e algumas do interior de São Paulo. Na região, Americana, Nova Odessa e Sumaré já aprovaram a proibição nas Câmaras e aguarda sanção dos prefei­tos para a lei entrar em vigor. Agora, é a vez da Capital paulista declarar guer­ra e proibir os canudos de plástico em bares, restaurantes,hotéis , padarias e pensões. A medida visa à preservação do meio ambiente por meio da redu­ção do descarte de produtos plásticos, cujo processo de decomposição natu­ral pode levar até quatro séculos, se­gundo o Ministério do Meio Ambiente.

Segundo dados da ONG Ocean Con­servancy, o canudo plástico foi o 7º item mais coletado nos oceanos em todo o mundo no ano passado. No Brasil, o Rio de Janeiro foi a primei­ra cidade brasileira a proibir seu uso. Para quem descumprir a lei, as multas podem chegar a R$ 6 mil.

Iniciativa semelhante tramita na Câ­mara Municipal de São Paulo. Apresen­tado pelo vereador Reginaldo Tripoli (PV), o projeto também busca banir o uso do canudo plástico dos estabele­cimentos comerciais. A iniciativa esti­pula multa para quem descumprir lei com valor que pode chegar a R$ 8 mil. Em lugar dos canudos de plástico, o projeto prevê que podem ser for­necidos canudos em papel reciclável, material comestível ou material bio­degradável. Em meio à busca por al­ternativas, outras opções já vêm sendo usadas, como canudos de metal, de vidro e até comestíveis.

ADESÃO

Grandes redes de restaurantes têm anunciado medidas para conter o uso de canudos. O McDonald’s parou de entregar canudos aos clientes no ano passado, e a rede de cafeterias Starbucks planeja deixar de usar ca­nudos em todas as suas unidades até 2020. O Burger King também já ade­riu à medida. ­

Confira onde os canudos já estão proibidos e onde estão em discussão os projetos para a proibição 

• EM DISCUSSÃO
Maceió (AL), Manaus (AM), Salvador (BA), Ceará (discutida proibição em todo o estado), Goiânia (GO), Sinop (MT), Mato Grosso do Sul (discutida proibição em todo o estado), Betim (MG), Belo Horizonte (MG), Divinópolis (MG), Ipatinga (MG), São Lourenço (MG), João Pessoa (PB), Curitiba (PR), Londrina (PR), Recife (PE), Armação dos Búzios (RJ), Bajé (RS), Caxias do Sul (RS), Gramado (RS), Porto Alegre (RS), Rio Grande (RS), Santa Cruz do Sul (RS), Camboriú (SC), Florianópolis (SC), Indaial (SC), Itajaí (SC), Joinville (SC), Rio do Sul (SC), São Bento do Sul (SC), Americana (SP), Atibaia (SP), Bauru (SP), Carapicuíba (SP), Cotia (SP), Itapetininga (SP), Jacareí (SP), Mogi das Cruzes (SP), São José dos Campos (SP), São

Paulo (SP), São Roque (SP), Sorocaba (SP), Ubatuba (SP).

• PROIBIDOS
Distrito Federal (DF), Espírito Santo, Rondonópolis (MT), Cataguases (MG), Montes Claros (MG), Cabedelo (PB), Conde (PB), Fernando de Noronha (PE), Arraial do Cabo (RJ), Campo Goytacazes (RJ), Rio de Janeiro (RJ), Rio Grande do Norte (proibido em todo Estado), Imbé (RS), Pelotas (RS), Santa Maria (RS), Ilha de Porto Belo (SC), Imbituba (SC), São Francisco do Sul (SC), Caraguatatuba (SP), Guarujá (SP), Ilhabela (SP), Mairiporã (SP), Mirante do Paranapanema (SP), Nova Odessa (SP), Presidente Prudente (SP), Santos (SP), São Sebastião (SP), São Vicente (SP).

Cristina Pisoni
Apaixonada por comida e sempre disposta a contar e ouvir boas histórias. Autora deste blog e, atualmente, coordenadora do Caderno Gourmet do Jornal Todo Dia, busco conectar as pessoas através das refeições, afinal, quem não tem uma memória que remete à mesa?
Posts recentes

Deixe um comentário